Dança Clássica do norte da India, a palavra Kathak significa contador de histórias e é uma combinação de 3 artes performáticas: música, dança e teatro. Nasceu como uma dança folclórica, onde os ¨kathers¨ viajavam de um local a outro contando histórias e carregando consigo instrumentos musicais. Em determinado momento, esses dançarinos foram convidados a trazer seus dons para os templos e foi quando a dança templária se instalou e o foco das histórias agora eram os deuses e deusas mencionados nos contos dos Puranas, Mahabharata e Vedas.
Com a invasão do Império Mongol, mais uma vez o contexto é alterado, os mongóis costumavam usar a dança mais como entretenimento do que em seu aspecto devocional. As roupas, as jóias, os instrumentos, tudo foi mudado até mesmo a língua. Então os dançarinos desenvolveram e aprimoraram a técnica do estilo.

Com a chegada dos ingleses, a dança foi proibida e muitas dançarinas não tinham para onde ir e algumas até acabaram se prostituindo para conseguir sobreviver. Porem, esse momento foi muito decisivo na história do Kathak, pois foram essas dançarinas que preservaram a tradição e fizeram com que chegasse até os dias de hoje. O Kathak não foi registrado em livros mas sim ensinado para os membros da própria família e assim nasceu também o conceito de ¨Gharanas¨ ou escolas locais, pertencentes a famílias que preservaram a tradição. As 3 principais ¨Gharanas¨ existentes até hoje são Lucknow, Jaypur e Benares e cada uma tem sua forma peculiar de dançar o Kathak.
Com a independência da India, o Kathak assim como as 7 outras danças clássicas oficiais, foi resgatado em sua essência e é amplamente propagado através de sua tradição e beleza.

O Kathak pode ser aprendido em qualquer idade e é um convite especial e único àquelas pessoas que buscam a dança no seu aspecto mais profundo.

O Barracão de Cultura é privilegiado em ter acesso a uma tradição milenar tão fascinante e rara. Aproveite essa oportunidade!